13 de maio de 2022

Peça de teatro para alunos do ensino médio em Flor da Serra do Sul

Atividade foi organizada pela professora de Flor da Serra do Sul,

Peça de teatro para alunos do ensino médio em Flor da Serra do Sul

Na última semana, nas dependências do centro de eventos de Flor da Serra do Sul, ocorreu um evento organizado pela professora Clediane Wronski, juntamente com a Equipe Multidisciplinar da instituição, direção, Grêmio estudantil e estudantes do Ensino Médio.

Primeiramente, a docente Clediane realizou uma reflexão acerca do que é o teatro e suas diversas contribuições para o desenvolvimento humano e intelectual.

“O teatro é uma questão de cultura, lazer, entretenimento e reflexão. Além de favorecer outros inúmeros benefícios, como por exemplo, melhorar o senso crítico sobre os acontecimentos no mundo, amplia a visão de mundo, desenvolve a linguagem, a imaginação, a criatividade e a sensibilidade”, comentou a professora.

Em seguida foram apresentadas 4 peças teatrais: Casada com um fantasma

A peça denominada Casada com um fantasma trata-se de um conto de Marcia Heloisa, é a história de como a conhecida Rainha Vitória enlouqueceu após perder seu amado Albert.”

Caçada ao maníaco do parque

A peça chamada Caçada ao maníaco do parque é um livro que se lê de um só fôlego, pois as narrativas precisas, claras, bem dirigidas, prendem, como se fossem um filme com várias cenas concatenadas entre si. É um relato verídico de fatos criminais e policiais.

Fragmento da obra Auto da compadecida

A peça trata-se um fragmento do livro O Auto da Compadecida. O trecho da história mostra como Chicó e João Grilo lidaram com os seus problemas por mentirem para o padre.

Deu a louca nos contos de fada

O conto retrata a vida entediante de uma bruxa malvada que junto de seu ajudante trama muitas aventuras, e não vamos esquecer que há um palhaço um tanto quanto enxerido.

Essas peças teatrais foram elaboradas a partir do trabalho da professora Clediane em sala de aula com Ensino Médio, onde ela abordou Conto e Romance propiciando aos estudantes a leitura desses gêneros. Nesse contexto os discentes elaboraram, ensaiaram e encenaram as peças teatrais.

Sabemos da fundamentabilidade da leitura, então trabalhar os gêneros textuais casando com o teatro que também é responsável por desenvolver diversas áreas do cérebro é imprescindível.

Palestra sobre Racismo

Então Marco Antônio Merigo, universitário de Direito da Unioeste, proferiu sua palestra, a qual fez uma abordagem histórica do problema, relembrando fatos e figuras históricas, analisando possíveis soluções para a problemática e evidenciando as atuais legislações sobre o racismo.

A partir de todo o conhecimento e informações repassadas pelo estudante e aproveitando os conteúdos ensinados na disciplina de português, eu, enquanto professora, pretendo propor propostas de produções dos gêneros textuais relatório e texto dissertativo-argumentativo na Plataforma Redação Paraná; no intuito de todas essas atividades virem a culminar num jornalzinho escolar de nossa instituição de ensino.

Foto: Divulgação