13 de maio de 2022

Bom Jesus do Sul promove ações pelo 18 de Maio

Entre as ações pelo 18 de maio em Bom Jesus do Sul, nesta terça-feira, dia 10, houve a apresentação de uma peça teatral

Bom Jesus do Sul promove ações pelo 18 de Maio
Secretária Lorizete Surdi destaca as ações realizadas no município para conscientização ao Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Foto: JF

Um importante e delicado tema ganha destaque no dia 18 de Maio, quando se celebra o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data que estimula a reflexão sobre o papel da sociedade civil no combate a esse tipo de crime.

18 de maio é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, data determinada oficialmente pela Lei 9.970/2000, em memória à menina Araceli Crespo, de 08 anos de idade, que foi sequestrada, violentada e assassinada em maio de 1973. Portanto, o Comitê Nacional de Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes incentiva que em todo o Brasil sejam realizadas ações que visem alertar toda a sociedade sobre a necessidade da prevenção à violência sexual.

Sendo assim, no município de Bom Jesus do Sul, várias ações nesse contexto vêm sendo realizadas, na terça-feira, dia 10 de maio, os alunos da rede estadual e municipal, participaram no Pavilhão Comunitário de uma apresentação teatral do grupo Reminiscência de Herval do Oeste que abordou o tema e destacou a importância da proteção necessária para as crianças e adolescentes vítimas desse tipo de crime.

As informações são da secretária da Família e Desenvolvimento Social, Lorizete Surdi.

“Durante as ações, nós quanto Assistência Social, fazemos o alerta tanto aos alunos como a sociedade num geral, da importância da nossa intervenção para Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra essas Crianças e Adolescentes, que têm seus direitos violados de maneira tão cruel”, comentou Lorizete.

Ainda de acordo com a secretária, toda a população deve estar atenta e denunciar qualquer tipo de abuso.

“A secretaria de Assistência Social está sempre voltada a tentar combater o máximo dessas violências que acontece contra as crianças e adolescentes, porém não podemos estar em todos os lugares, e por isso pedimos o apoio da população. Em caso de qualquer situação suspeita, a pessoa deve ligar para o Disque 100, e denunciar, ela não precisa se identificar”, destacou a secretária.

Outras ações de conscientização serão realizadas nos próximos dias.

“No dia 18 de Maio, nossas equipes estarão nas ruas fazendo o panfletaço e orientando como as pessoas devem agir para ajudar a combater a exploração de crianças e adolescente. Nós precisamos sempre estar atentos e fazendo esse alerta para que a sociedade se conscientize do quanto precisamos proteger as nossas crianças e adolescentes”, finalizou Lorizete Surdi.