22 de junho de 2022

Barracão, Pranchita e Santo Antonio serão beneficiados por programa do governo

Através do Programa Casa Fácil o governo estadual liberou R$ 72,4 milhões para famílias investirem na casa própria

Barracão, Pranchita e Santo Antonio serão beneficiados por programa do governo

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou na última sexta-feira, 17, no Palácio Iguaçu, a liberação de R$ 72,4 milhões para facilitar a compra da casa própria por famílias paranaenses de 75 municípios.

Por meio do programa Casa Fácil Paraná, coordenado pela Companhia de Habitação do Paraná – Cohapar, o Governo do Estado repassa R$ 15 mil por família para custear parte do valor de entrada do imóvel financiado.

Acompanhado do presidente da Cohapar, Jorge Lange, o governador destacou a importância do programa. “O Casa Fácil é o maior programa habitacional do Brasil, realizado graças à parceria do Governo do Paraná e do governo federal, pela Caixa Econômica Federal. São 33 mil casas que nós estamos construindo praticamente em todos os municípios do Paraná”, disse.

Podem pleitear o benefício famílias que possuem renda mensal de até três salários mínimos, o que equivale atualmente a R$ 3.636,00. Os descontos são oferecidos em unidades habitacionais de empreendimentos construídos pela iniciativa privada cujos projetos passaram por processo de habilitação via chamamento público da Cohapar. Nesta modalidade serão subsidiadas 1.592 casas em 15 municípios, com investimento do Estado de R$ 23,9 milhões.

Outra linha de trabalho do programa é desenvolvida em parceria com os municípios. Para isso, como contrapartida para a viabilização das obras, as prefeituras ficam responsáveis pela doação das áreas onde os empreendimentos serão construídos.

A isenção do custo dos terrenos impacta diretamente na redução do valor dos imóveis, o que facilita o acesso aos financiamentos pelas famílias de menor poder aquisitivo. Essa ação vai contemplar 3.236 moradias em outros 60 municípios, com o repasse de R$ 48,5 milhões em subsídios.

Somam-se a estes benefícios descontos progressivos do governo federal através do programa Casa Verde e Amarela, que variam de acordo com a renda familiar e o porte do município, além da possibilidade do uso do saldo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para abatimento do valor de entrada e das prestações.

O presidente da Cohapar destacou a relação do programa com a geração de novos postos de trabalho no Estado. “A construção civil é uma das áreas que mais gera empregos no Paraná. Para cada unidade construída, são criados três empregos. Quando ajudamos a viabilizar 33 mil casas, estimulamos a geração de mais de 100 mil oportunidades de trabalho no Paraná”, acrescentou Lange.

Municípios

Na área de abrangência do Jornal da Fronteira, serão beneficiados os municípios de Barracão, Flor da Serra do Sul, Pranchita, e Santo Antonio do Sudoeste.

Confira os demais municípios: Alto Paraná, Ampére, Andirá, Arapoti, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Barra do Jacaré, Bela Vista da Caroba, Bituruna, Boa Esperança do Iguaçu, Cambará, Colorado, Cornélio Procópio, Cruzeiro do Iguaçu, Diamante d’Oeste, Formosa do Oeste, Foz do Iguaçu, Iporã, Iracema do Oeste, Iretama, Jacarezinho, Jaguariaíva, Jesuítas, Joaquim Távora, Lapa, Lidianópolis, Marumbi, Missal, Nova Aliança do Ivaí, Nova América da Colina, Nova Esperança, Nova Londrina, Nova Santa Rosa, Paiçandu, Paraíso do Norte, Pinhão, Pitanga, Porecatu, Porto Vitória, Prudentópolis, Quatiguá, Rancho Alegre, Rancho Alegre d’Oeste, Rebouças, Reserva do Iguaçu, Ribeirão Claro, Rio Azul, Rio Bom, Rio Branco do Ivaí, Rio Negro, Rosário do Ivaí, Sabáudia, Salto do Itararé, Santa Cruz de Monte Castelo, Santa Fé, Santa Isabel do Ivaí, Santa Izabel do Oeste, Santa Mônica, Santo Antônio do Caiuá, São Jorge do Patrocínio, São José da Boa Vista, São Manoel do Paraná, São Mateus do Sul, São Pedro do Paraná, Sarandi, Sengés, Tamboara, Tapejara, Toledo, Vera Cruz do Oeste e Wenceslau Braz.

A lista completa dos empreendimentos por cidade pode ser consultada no site da Cohapar, onde também é possível iniciar o processo de comercialização com desconto, sujeito à análise técnica da companhia e do agente financeiro.

Casa Fácil

Criado em 2021 com a meta de atender 30 mil famílias com subsídios habitacionais, o programa já liberou recursos para quase 22 mil imóveis, até o momento. O dinheiro é repassado pela Cohapar diretamente à Caixa Econômica, que após a aprovação de crédito e assinatura do contrato aplica o desconto no valor financiado diretamente ao comprador.