Passo Fundo

Polícia Federal investiga suspeita de desvios de recursos do SUS em hospital de Passo Fundo

16 Maio 2018 08:15:00

Dez mandados de busca e apreensão são cumpridos na manhã desta terça-feira 15 de maio, na cidade localizada do Norte do estado. Suspeita inicial é de que R$ 1,2 milhão tenha sido desviado.

Foto: Polícia Federal/Divulgação

Dez mandados de busca e apreensão são cumpridos na manhã desta terça-feira 15 de maio, no Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, no Norte do Rio Grande do Sul. A operação investiga uma suspeita de desvio de recursos públicos do SUS. De acordo com a Polícia Federal, os valores eram destinados ao setor de oncologia da instituição, mas eram desviados para uma empresa médica.

A operação, denominada Efeito Colateral II, é uma continuação da primeira ação da PF, realizada em março, na qual oito mandados de busca e apreensão foram cumpridos na cidade e em Florianópolis.

As investigações iniciaram em setembro de 2017 para apurar a legalidade de repasses de recursos do hospital para uma empresa médica ambulatorial de Passo Fundo. Ainda de acordo com a PF, a suspeita inicial é de que R$ 1,2 milhão tenha sido desviado.

As buscas foram realizadas no hospital, em residências, duas clínicas e um escritório de contabilidade.

A investigação foi iniciada pela Delegacia de Polícia Federal em Passo Fundo e atualmente prossegue na Delegacia de Repressão a Corrupção e Crimes Financeiros da PF, em Porto Alegre.

Por meio de nota, o Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) diz que "mantém seu posicionamento de colaborar com a autoridade para que seja amplamente esclarecida a situação."


Imagens






Dionísio Cerqueira (SC) - Barracão (PR)
(49) 3644-1724 - editoria@jornaldafronteira.com.br
História | Contato