Siga as nossas redes sociais



EDIÇÃO IMPRESSA

jornaldafronteira sim

Colunas

Luiz C. Gnoatto

13 Setembro 2018 08:21:56

Paradoxo

"Os loucos às vezes se curam. Os imbecis nunca". Quem disse foi o escritor, poeta e dramaturgo britânico, Oscar Wilde.


Ditado popular

Parafraseando o famoso dito popular, eu diria que há facadas que não matam, mas elegem.


Som em Carros

Nesta semana, muitas pessoas me pediram para comentar esse assunto, que já falei aqui outras vezes. Trata-se do som importunante, que faz tum tum tum tum tum a todo o volume, em muitos carros que rodam por aí. E as pessoas questionam porque as forças públicas não tomam providências. Eu acho a maior idiotice esse som alto e sem conteúdo, um som vazio, que não é música, não é canção, é apenas um barulho idiota e debiloide. Sempre quando passa um carro com barulho alto, fazendo tum tum, é quase certo que no volante vai um tam tam.


Contradição

Nada mais ridículo e contraditório do que ouvir todos esses candidatos dizendo que são "pela família", "pela pátria", "pelos valores", "pela honestidade", "pela redução no número de políticos" e por aí afora. Ora, esses políticos são todos muito bem conhecidos da gente. E por acaso alguma vez eles já se preocuparam, de fato, com isso que dizem? 


Imposto

O nome daquilo que a gente paga ao governo é "Imposto". Só que o governo chama a gente de "Contribuinte". Ora, isso é contraditório! Contribuinte é a pessoa que contribui, voluntariamente, e não por algo obrigatório, imposto. Nós somos obrigados a pagar os impostos, que nos são impostos pelo governo. Não fazemos isso como uma contribuição.


Tatetos da Fronteira

O 10º Biker Fest Tatetos da Fronteira, realizado em Santo Antonio do Sudoeste, de 6 a 9 de setembro, foi um show de evento, com boa organização, integração, motociclistas de vários estados do Brasil e de outros países, e mais de 10 bandas de rock, inclusive um show com Digão, vocalista do Raimundos, acompanhado pela Banda Alta Voltagem, que fez também shows cover do Led Zeppelin, AC-DC e Guns N' Roses, além de outras ótimas bandas, como o Roque Trio (Santo Antonio do Sudoeste) e Drenna (Rio de Janeiro).

Parabéns aos organizadores e apoiadores do Biker Fest. Parabéns ao Rafaelli, presidente dos Tatetos da Fronteira, parabéns ao Fabrício Ortega. Valeu a pena ter participado do evento, toda essa integração e festa, a boa companhia, o bom rock rolando e as boas e agitadas rodas punk que fizemos. Que venha a 11ª edição, em 2019.


Museu

Daria para escrever um livro sobre a tragédia no Museu Nacional, o incêndio e a grande perda para a memória e a história do Brasil. Mas, o fato é que valorizar a memória e a cultura, nunca foi o forte dos brasileiros. Tanto que para a manutenção do museu, nunca o governo, o Ministério da Cultura, tinham verba. Mas, por exemplo, tinha verba de R$ 4,1 milhões para a turnê de Luan Santana, um tempo atrás. E desde quando Luan Santana é cultura? 

Aliás, só a título de informação, 99% dos cariocas nunca pisou no Museu Nacional. Mais de 80% dos brasileiros nunca foi em museu nenhum. Porém, após o incêndio, o que se viu foi uma comoção nacional, todo mundo postando nas redes sociais. Todo mundo, de repente, virou cultural.

Em tempo: chamar Luan Santana de Cultura é o mesmo que chamar urubu de meu louro; ou chamar Edir Macedo de Jesus Cristo; ou chamar Neymar de Messi; ou então, Paulo Coelho de Pablo Neruda.


Fronteira In Concert

Falando em cultura, Barracão, Dionísio Cerqueira e Bernardo de Irigoyen, e toda a região, terão mais um grande evento cultural, e será já nos dias 21, 22 e 23 de setembro. A 4ª edição do Fronteira in Concert tem a seguinte programação: Dia 21 de setembro, às 19h30, concerto de abertura, no Centro de Eventos de Dionísio Cerqueira. Dia 22 de setembro, às 9 horas e às 16 horas, concertos pelas ruas da trifrontiera, e às 21h30, apresentação de todas as orquestras, no Cassino, em Bernardo de Irigoyen. Dia 23 de setembro, concerto de encerramento, com mais de 300 músicos, no anfiteatro do Parque Turístico e Ambiental de Integração, o "lago internacional da trifronteira".


Hospital DC

Pela primeira vez, depois que o Hospital Municipal de Dionísio Cerqueira passou para a gestão do Instituto Santé, eu precisei do atendimento no hospital. Na semana passada, minha mãe não passou bem, na verdade estava mal mesmo, e a levei ao hospital. Pude, então, avaliar, na prática e não com base em opiniões de terceiros, o atendimento após a mudança na gestão. O atendimento foi rápido, minha mãe não esperou na fila, foi prontamente encaminhada a um leito e medicada, com um acompanhamento primoroso pelo médico de plantão e pela equipe de enfermagem, aos quais agradeço por esse atendimento profissional e dedicado. Também destaco a gestão do hospital, a organização, funcionalidade, cuidado com limpeza, asseio e com todos os demais procedimentos.  


População

Segundo o IBGE, mais da metade da população brasileira, 57%, mora em apenas 6% das cidades do Brasil. Isso quer dizer que dos 208,5 milhões de brasileiros, 119 milhões vivem em apenas 317 cidades, e o restante da população, 89 milhões de pessoas, estão espalhadas em 5.251 cidades. 

Por outro lado, quase a metade da população brasileira, 40%, vive em apenas três estados: São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

As 10 maiores cidades brasileiras são, por ordem: São Paulo, 12.176.866 habitantes; Rio de Janeiro, 6.688.927; Brasília, 2.974.703; Salvador, 2.857.329; Fortaleza, 2.643.247; Belo Horizonte, 2.501.576; Manaus, 2.145.444; Curitiba, 1.917.185; Recife, 1.637.834 e Goiânia, 1.495.705. 


Previsão do tempo

Impressionante como a previsão do tempo é diferente, no mesmo dia, para Barracão e Dionísio Cerqueira, consultando o mesmo site de previsão. Dia 29 de agosto, consultei a previsão da quinta, sexta, sábado e domingo, para Dionísio e Barracão, em um mesmo site tradicional de previsão, e as informações eram bem diferentes de uma cidade para a outra. 

Será que a previsão climática obedece a linha de fronteira?


Escritura na Mão

Parabéns à administração de Dionísio Cerqueira pelo programa Escritura na Mão, que prevê a regularização de mais de 800 terrenos na cidade, de forma gratuita aos moradores. As primeiras 50 escrituras já foram entregues aos proprietários e outras 150 já estão programadas para serem entregues. Penso que promover a regularização de imóveis é uma das principais responsabilidades da gestão pública.


Opinião

Na semana passada, fiz duas postagens no meu Facebook, que receberam mais de 100 comentários cada uma delas. A todos os que comentaram aquelas postagens devo dizer que seguido posto coisas polêmicas e deixo o pessoal ficar discutindo. Eu mesmo não respondo a nenhum comentário. Não respondo a ninguém porque não é esse meu objetivo. Apenas fico observando o debate. Na verdade, eu gosto de provocar debates polêmicos e nem sempre aquilo que eu posto é aquilo que eu realmente penso. A intenção é exatamente promover o debate, pois o debate sadio, debate de ideias e com respeito às diferentes opiniões e escolhas, é fundamental.

Pena que sempre tem quem apela, e pela falta argumentos, ou quem sabe falta de inteligência mesmo, acaba ofendendo os outros ao invés de debater ideias.

Dionísio Cerqueira (SC) - Barracão (PR)
(49) 3644-1724 - editoria@jornaldafronteira.com.br
História | Contato